Para onde caminha a Internet

 

          Há alguns anos, o usuário de internet com uma velocidade de 150kbps conseguia navegar em sites, ler e enviar e-mail e abrir fotos tranquilamente, porém com o crescimento da internet, novas tecnologias começaram a ser desenvolvidas, passando a exigir mais velocidade.
          As aplicações mais simples que se desenvolvem na internet hoje, já são muito mais “pesadas” que antigamente, como olhar fotos e ler e-mails, isso porque as fotos e os e-mails estão com qualidade de resolução maior. Hoje só se fala em HD, Full HD e 4k, sem falar nos vídeos que nem existiam a alguns anos. A popularização de sites como Youtube, exige do usuário uma conexão mais rápida, para que este possa desfrutar melhor de toda sua estrutura. Ainda, foram criadas novas programações sob demanda, que estão virando febre na internet atualmente, como é o exemplo do Netflix, Crackle, NetMovies, Qello e tantos outros, onde a programação está acessível ao click do mouse.
          Jogos Online e aplicações em tempo real exigem ainda mais velocidade dessa internet, que passou de alguns Kpbs de velocidade para Mbps, onde a sigla de 1Mbps já é o mínimo que o usuário precisa ter para acessar aplicações básicas da internet, como acesso a sites e ler e-mails.
          Outro fator que explica esse aumento constante de velocidade que o acesso à internet requer, é o número de dispositivos que utilizamos para conectar à rede, o que há pouco tempo era apenas um computador que toda família utilizava, hoje já temos mais de um dispositivo por pessoa, notebooks, smartphones, tablets, televisores, tudo conectado à rede simultaneamente, e lá se vão mais Mega bites de informação para suportar toda essa demanda, até o usuário mais simples, que utilizada apenas o Facebook e outros sites mais leves agora necessita de uma velocidade maior em função da grande quantidade de fotos e vídeos que estes sites dispõem.
          Para o usuário ter uma boa experiência de navegação, não basta apenas que ele tenha um bom link contratado, a internet vai depender de outros tantos fatores de responsabilidade do assinante, como um roteador bem posicionado, de maneira que o usuário consiga um bom sinal, um computador compatível com essa demanda crescente e sempre com antivírus ativo e atualizado, pois todas estas novas tecnologias trazem sempre novas ameaças a nossos aparelhos.
          Portanto o bom funcionamento de sua internet dependerá não somente de seu provedor de acesso, mas da escolha correta do plano a ser utilizado pelo usuário, levando em conta o tipo de aplicação e quantidade de dispositivos que acessam a rede, como a boa manutenção da rede interna do usuário e de seus equipamentos.

Fontes: 
http://blog.awdigital.com.br/2013/08/evolucao-da-internet-no-brasil.html
http://www.tecmundo.com.br/conexao/4483-14-dicas-para-melhorar-sua-navegacao-pela-internet-video-.htm
http://www.evolutionoftheweb.com/?hl=pt-br
http://tecnologia.ig.com.br/especial/2013-03-22/infografico-entenda-a-diferenca-entre-as-resolucoes-hd-full-hd-ultra-hd-e-8k.html
https://help.netflix.com/pt/node/306
http://www.tecmundo.com.br/conexao/54253-importancia-velocidade-upload-jogos-online.htm


Autor: 
Marco Antônio Barth
Técnico em Redes, Analista de Suporte técnico, ADM com LFE em Análise de sistemas.